19.7.17

Resenha #0011: O Caminho de Jeremias - Marson Guedes

Será que Deus está ausente mediante o seu sofrimento?

Por que Jeremias teve de sofrer tanto para entregar a Mensagem do Senhor ao povo de Judá?

O que o sofrimento de Jeremias tem a ver com a minha e a SUA vida?

Essas e outras questões são respondidas nesse maravilhoso livro muito pouco conhecido e publicado pela Editora Mundo Cristão há muito tempo.

O que o profeta nos ensina sobre esperança em meio ao sofrimento?

Vamos conferir? :)





Eu li esse livro em formato E-book. Tá bom, tá bom. Eu sei que odeio E-books. Então por que o li, afinal? 

E havia outra opção?

Esse livro foi publicado em sua primeira edição pela Mundo Cristão em 2004 com uma tiragem inicial de 4.000. Depois disso, não se ouviu falar mais dele. Por que será? É um livro ótimo!  

Marson Guedes que, até o momento, continua sendo um total desconhecido para mim, faz um estudo sistematizado sobre as circunstâncias impostas por Deus ao famoso "profeta chorão" e como sua vida e sua luta diária têm relação - e muita - com a nossa vida cotidiana. O livro é basicamente uma autobiografia do autor, onde ele narra um período de loooooongo sofrimento passando por desemprego, dúvidas, fome (ou quase) e escassez de recursos materiais e básicos. Podemos dizer que o autor comeu o "pão que o diabo amassou" após ter se casado.

Logo depois de ter finalizado uma universidade em São Paulo, Marson não conseguiu emprego devido à alta concorrência da cidade. Decidiu então se mudar com sua esposa, apelidada carinhosamente de "Edi" ao longo da narrativa, para o interior de Pernambuco, para a cidade de Petrolina, aspirando a um futuro um pouco mais esperançoso.

Só que não.

As coisas pioraram. E muito. Não conseguiu emprego. Viveu às custas do valor arrecadado com a venda do carro e teve que, às vezes, ser auxiliado financeiramente por amigos e parentes. Envergonhado e sem esperança, Marson começa a se dedicar à obra do Senhor com afinco, ainda que com desgosto e tristeza no coração. Foi aí que o autor conheceu o livro de Jeremias e se dedicou intensamente ao estudo tanto do livro do Profeta quanto de suas lamentações. Foi isso que o ajudou a continuar crendo que Deus estava sempre ao seu lado, ainda que em circunstâncias tão adversas. Embora sua vida não tenha de súbito melhorado, Marson encontrou consolo e esperança no livro do profeta. 

O livro intercala-se em duas narrativas. Um capítulo narra a história de vida do autor, ao passo que o próximo narra a vida e os fatos históricos de Jeremias, sempre fazendo paralelos entre as duas vidas: A do autor e a do Profeta. O "link" entre as duas narrativas foi sensacional.

Para finalizar, ressalto que esse é um livro para quem está sofrendo. Em dificuldades e sem esperança no futuro. Muitos assuntos delicados sobre Deus são respondidos ao longo do livro. Fiquei surpreso com o quanto é possível aprender em meio ao sofrimento. Recomendo muito a leitura, sobretudo porque me edificou bastante. Mais do que eu esperava.

Já na metade do livro o autor faz um pequeno estudo sobre a vida de alguns personagens contemporâneos na vida de Jeremias: Josias, Zedequias e Hananias. Gostei muito da parte em que ele faz uma comparação entre os falsos profetas de hoje "os atuais Hananias" que dizem o que o povo quer ouvir e não o que eles precisam ouvir.. Já percebeu que cada vez mais as igrejas estão lotando de gente, ao passo que a previsão para o futuro é que haja uma grande apostasia? Eu penso que a estratégia do inimigo é trazer pessoas para dentro da igreja, enganando-as e fazendo-as acreditar que estão servindo a Deus, porém na sua via cotidiana, estão servindo ao diabo. E para isso ele envia várias Hananias para fazê-las se sentirem melhor e cômodas dentro de suas práticas pecaminosas.

Que Deus envie mais Jeremias para nossas igrejas e menos Hananias! 

Algumas citações:

O interessante é que Deus não repreende Jeremias por estar inconformado com a injustiça, mas sim por não conseguir enxergar que a injustiça é bem maior do que ele a imaginava. Página: 83

É possível ter crises com Deus e, ao mesmo tempo, estar no centro de sua vontade. Página: 124

Deus vê mais do que nós e, portanto, sofre mais do que nós. Página: 135


Então, gostou da resenha? Então curta, comente, se inscreva no blog, no face e dê um pulinho aqui sempre que puder. Você será sempre bem-vindo. 

Resumo do livro: "Deus não nos disse que teríamos batalha fáceis, mas prometeu que venceríamos todas".



Pontuação:

Capa: 4/5
Conteúdo: 5/5
Proveito Espiritual: 5/5

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Resenhas mais antigas:

Livros que estou lendo no momento. (Resenha em breve)

 renata massa